a tirania da linguagem e a onda se desfaz


Você insiste em olhar e relatar o que está acontecendo. Mas, o que está acontecendo? Consciência está acontecendo. Tudo é Consciência e Consciência não acontece. A linguagem limita, porque ela nos tiraniza sob um modelo que não se aplica ao que realmente é.
 
Note. O que está acontecendo agora? Você só pode responder baseado nos padrões aprendidos. Estão todos ocupados em “psicanalisar” as ondas do mar. Por que essa onda é assim e aquela é assado? Por que essa durou mais tempo e aquela não? Uma é de sucesso, a outra não. Pergunto: qual a significância que isso tem para o oceano?
 
Os problemas, os conflitos – posso te dizer com honestidade? – são de uma mesquinhez absurda e apenas determinam que você é um crente. Não somente aqueles que vão à igreja são crentes. Você crê no primeiro equívoco: “Eu sou”. Preste atenção a isso e descreva o que você é. Não há “eu” no ser.
 
Romper com a ordem é radical, contraria todo o estabelecido. Ninguém aceita. Você está só. Paciência. Bem vindo à realidade. Tire a cabeça para fora desse enredo e olhe: o q está faltando agora? Fique quieto e saiba. Saiba que você é indescritível. Vá ao profundo oceano e fique. Essa é a sua natureza.
Ondas vêm, ondas vão… E vão. E vêm… Não se apegue a nenhuma. Isso contradiz tudo, ninguém vai concordar com você. Mas é aí que entra o convite e ele é radical. Não tem como haver um consenso no dois e o consenso do não-dois não é exatamente um consenso porque é onde você e o outro deixam de ser você e o outro. Tudo é uma coisa só. 

Be first to comment