mente não é você: não mente!


A verdade é que estamos num pedacinho do céu, veja. Preste atenção. Isto é você! O corpo e a mente também são você, em aparência. Mas são tão nuvem quanto todos os objetos que você pode ver, imaginar ou sentir. Consuma isso.
 
A mente está sempre comparando, ela faz de tudo para não deixá-lo ficar na Observação, na Consciência que você é. Estamos aqui, portanto, para que você assuma a sua verdadeira identidade, a sua integridade.
 
Assuma a sua natureza e veja as propostas impostas pela mente. Ela quer que você respire diferente, se sinta diferente, coma diferente. Sempre tem algo em movimento, ela não pode parar, pois, se ela parar, você vê que ela não é necessária. 
 
Conta-se que Deus, solenemente, disse: “Eu mesmo não sou alguém e ainda sim eu sou”. Esse “eu sou” é anterior a ser alguma coisa e isso é verdadeiro para quem quer que seja, para o que quer que seja. 
 
A mente está sempre fazendo alguma coisa. E, entenda bem, não tem  nenhum problema nisso. O que deve ficar claro é que é ela que faz, não é você. Deixe-a fazer, só não se envolva. Se há a ideia de que a mente deve parar, saiba que essa ideia está na própria mente.
 
Você não é a mente. E não existe mente parada. Mente parada é não-mente. E não-mente não é mente, é você. 

Be first to comment