touro silencioso, criativo e vital


Uma vez reconhecida a Consciência como sendo você e tudo o mais que existe, naturalmente nasce aceitação. A aceitação dissolve todos os problemas. Até hoje uma enorme carga de energia tem sido desperdiçada com os interesses da mente. E, desse jeito, infinitos são os problemas e dificuldades. A mente projeta o mundo dela e você acredita nele. Atento à mente, você tropeça no mesmo buraco muitas e muitas vezes.
 
Na Presença, pautado na Consciência que você é, tudo se apresenta da maneira como deve ser. Você sabe, sem pensar, o que deve ser feito e como fazer. Se você sabe quem você é, um afastamento surge entre você e a mente. E, com isso, é possível notar sempre que ela estiver atuando, tentando tomar conta do momento, da sua vida e da vida dos outros.
 
A mente é um mecanismo de repetição. Ela repete os velhos hábitos que, diga-se de passagem, nem são seus. Tudo herdado de terceiros. Ela simplesmente adora repetir. O original não vem da mente. E é ao Original que estamos retornando. É dele que vem a presença silenciosa, a mais pura criatividade, a sua energia vital.
 
No Satori usamos a metáfora do touro. Olhe para dentro e reconheça quem você é. A mente está fora e projeta o fora como sua realidade. O touro, desgovernado, só conhece o lado de fora. Chega, então, um momento em que você vê o touro, se aproxima e consegue domá-lo. A partir daí, cria intimidade com essa energia. Sempre que se apresenta a proposta de ir para fora, você pode recusá-la, porque agora você sabe onde é a sua casa. Quem você é, está dentro. E dentro disso, tudo que é, inclusive o fora.

Be first to comment