Experiência Zero

Quem é você de

verdade?

Reproduzir vídeo

“SHUNYAM SIGNIFICA A EXPERIÊNCIA ZERO. SIGNIFICA O PONTO ONDE VOCÊ ESTÁ EM LUGAR NENHUM, NINGUÉM, SEM NOME, SEM IDENTIDADE, SEM FORMA; NEM POSITIVO, NEM NEGATIVO, MAS EXATAMENTE NO MEIO – A EXPERIÊNCIA ZERO. ISSO É SAMADHI, A SUPREMA META DE TODAS AS MEDITAÇÕES.” Osho, em The Passion for the Impossible

“ESTE ESPAÇO TEM QUE SER DEGUSTADO MUITO BEM, BEM DIGERIDO PARA QUE COMECE A CIRCULAR NO SEU SANGUE. E QUANDO A EXPERIÊNCIA ZERO COMEÇA A CIRCULAR NO SANGUE, VOCÊ VAI SENTIR-SE MUITO CALMO, MUITO CENTRADO… NO MUNDO E, ASSIM MESMO, LONGE DELE.” Osho – em The Zero Experience

Um encontro para provocar a experiência da não-experiência, o ponto zero. Onde o tornar-se, o “mudar”, é irrelevante e errôneo, por você ser o que você procura. Onde a realização e a aceitação de quem você é é essencial. É o ver a realidade como ela é, onde tudo o que é irreal, ilusório, desaparece. É a verdade como luz. A escuridão como ilusão. É ser aqui e agora quem você realmente é, além de todas as ideias, por mais belas ou horrendas que sejam.

Afinal de contas, são apenas ideias de quem você seja. E você não é uma ideia, você é a vida em toda a sua imensidão e beleza. Basta o reconhecimento em totalidade.

_

Criado por Satyaprem nos anos 2000, este encontro promove a investigação de conceitos pilares da busca espiritual e propõe o encontro entre o buscador e o buscado. Segundo ele, todo o sofrimento humano, toda falta, decorre do equívoco, da ignorância da nossa natureza original. Identificados com o corpo, com a mente, com a identidade, com o ego, com os pronomes, nos afastamos da nossa essência. O Experiência Zero põe em xeque a realidade ditada pela mente e revela aquilo há de mais puro em nós. Não se trata do acúmulo de novos ensinamentos, se trata de um esvaziar-se. Trata-se de se livrar do peso que é carregar conceitos falidos como reais e ir ao centro. E no centro há leveza, paz, silêncio.